Intranet

Ministério da Economia lança versão Web do aplicativo SouGov.Br

E8ixbp Xiaq4xia
Agora todos os 28 serviços acessíveis por aplicativo do celular estão disponíveis também pelo computador

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital (SEDGG/ME), lançou a versão web do aplicativo SouGov.br. A partir de agora, os usuários – servidores públicos federais, ativos e aposentados, pensionistas e anistiados civis do poder Executivo federal – também poderão acessar pelo computador todos os serviços do aplicativo. A medida amplia e facilita o acesso às informações e serviços relacionados à vida funcional dos usuários. 

O projeto SouGov.br faz parte do programa de transformação digital na área de gestão de pessoas do governo federal e prevê a migração dos serviços já disponíveis em diversos canais para um canal único, de modo a reduzir custos, otimizar processos de trabalho, simplificar e padronizar procedimentos para atendimento aos usuários. 

Ao todo, são 28 serviços disponíveis no SouGov.br Web, devendo chegar a 50 funcionalidades até fevereiro de 2023. Com a nova versão, alguns serviços antes somente acessíveis pelo aplicativo do celular agora também podem ser acessados pelo computador, tais como a consulta ao Demonstrativo de Rendimento Anual, ao extrato de consignações e aos afastamentos. No SouGov.br Web agora também é possível consultar a situação da Prova de Vida e imprimir o comprovante, bem como localizar uma Unidade Gestora. 

Os servidores podem, ainda, incluir, alterar e encaminhar o atestado de saúde, acessar a carteira funcional digital, consultar férias, contracheque e a prévia do 13º salário, entre outros serviços. 

Sigepe Web 

O Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe) do governo federal na internet continua ativo, com os seus serviços funcionando normalmente. Gradativamente, as funcionalidades do Sigepe Web serão migradas para o SouGov.br Web, de forma a torná-lo o canal digital mais completo e moderno de atendimento aos servidores públicos federais.

Fonte: Fonte: Ministério da Economia - Portal do Servidor
Publicado em: 16 de agosto de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *